Mais de 2 mil visitam eventos simultâneos sobre Tecnologia, Informação, Reabilitação e Inclusão

De 06 a 09 de novembro, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo realizou uma série de eventos sobre deficiência sob a ótica de diversos temas como: tecnologia, acessibilidade, moda inclusiva, reabilitação e comunicação inclusiva.

Mais de duas mil pessoas puderam acompanhar, em um mesmo espaço: o 7º Encontro Internacional de Tecnologia e Inovação para Pessoas com Deficiência; TOM São Paulo; Fórum Internacional de Moda Inclusiva e Sustentabilidade; Desfile de Moda Inclusiva; IV Encontro de Gestores de Comunicação do Estado de São Paulo – Por uma Comunicação Inclusiva; III Fórum Internacional sobre Estudos da Deficiência; e o I Balanço Geral do Programa Estadual de Atendimento à Pessoa com Deficiência intelectual.

Durante a abertura estiveram presentes autoridades como a Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Dra. Linamara Rizzo Battistella e o Secretário Adjunto da Pasta, Cid Torquato, além de profissionais, estudantes, familiares e as próprias pessoas com deficiência.

De acordo com a Secretária, a concentração desses eventos, em um mesmo espaço e período, faz com que as pessoas se encontrem e discutam mais intensamente cada assunto. A ideia é que as discussões simultâneas culminem em um planejamento de ações voltadas à proposta de políticas públicas permanentes. “Juntos, conseguimos avançar mais rápido: da conversa ao planejamento conseguimos trabalhar com todo este grupo de forma objetiva e sinérgica. Nós somos uma grande mudança e a gente precisa seguir juntos para que façamos a mudança acontecer”, destacou. Confira abaixo a essência de cada evento: 

VII ENCONTRO INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
Em sua sétima edição, o Encontro Internacional de Tecnologia e Inovação para Pessoas com Deficiência trouxe para o centro das discussões um tema fundamental para a inclusão: a acessibilidade digital. Além de uma visão ampla do conceito de acessibilidade digital, o encontro debateu legislação, normas e diretrizes aplicáveis aos conteúdos on-line, além do impacto positivo dos sites acessíveis em todos os setores da sociedade. Também discutiu a ampliação do alcance dos serviços e ações públicas, na transparência governamental, e o incremento expressivo que a acessibilidade digital pode trazer ao comércio eletrônico e sua cadeia produtiva. Na programação, temas como: “comércio eletrônico acessível” e ‘acessibilidade em aplicativos”, entre outros. 

II TOM SÃO PAULO
Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria promoveu o TOM São Paulo, ação voltada para o desenvolvimento de soluções tecnológicas, com vistas à autonomia e qualidade de vida de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Os projetos selecionados em setembro participaram do TOM 2015. 

Em um único espaço, especialistas de diversas áreas, como engenheiros, médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, designers, profissionais de TI, arquitetos, entre outros – com e sem deficiência, estiveram reunidos sobre uma ação prática voltada a produtos que facilitem o dia a dia de pessoas com deficiência. Em um final de semana, foram desenvolvidos produtos como: exoesqueleto de membro superior para reabilitação, prótese infantil para membro superior, cadeira de rodas motorizada infantil de baixo custo, sistema de navegação para cadeira de rodas motorizada por rastreamento do movimento ocular, e equipamento para higiene íntima para pessoas com dificuldade de função manual, entre outros. 

III FÓRUM INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE DEFICIÊNCIA
A Secretaria tem procurado incentivar, fomentar trabalhos, realizar debates e encontros entre especialistas e simpatizantes do tema a fim de agregar esforços para a construção de uma sociedade mais inclusiva. 

No sábado, dia 06, foram realizadas três Mesas Redondas temáticas, compostas por reconhecidos especialistas da área da inclusão de pessoas com deficiência. Foram abordados temas como: “Doença ou Deficiência: fronteiras e novas emergências”, para tratar os conceitos de “deficiência” e de “doença”; “Deficiência, sentidos e representação”, que debateu as formas pelas quais as pessoas com deficiência visual e surdos foram percebidos; e “Deficiência, mobilidade e sustentabilidade”, sobre como as cidades são pouco pensadas na perspectiva da diversidade.

IV FÓRUM INTERNACIONAL DE MODA INCLUSIVA E SUSTENTABILIDADE
O Fórum discutiu com alunos e profissionais da área, os temas Moda e Sustentabilidade, do ponto de vista inclusivo, com a presença de palestrantes renomados. O principal tema do Fórum foi “Possibilidades de Mercado”, o assunto foi colocado em pauta por Luana Cavalcante, da Sweet Angels, uma marca que combina peças funcionais com estilo, e Dariene Rodrigues da Lado B, pioneira na criação, desenvolvimento, confecção e comercialização online de peças inclusivas. 

VII CONCURSO DE MODA INCLUSIVA
Lançado em 2009, o Concurso Moda Inclusiva reúne propostas de estudantes de cursos técnicos e universitários e profissionais da área de todo o país que produzem looks para pessoas com deficiência. Os melhores trabalhos inscritos, que facilitem o cotidiano da pessoa com deficiência, são apoiados com tecido para a confecção das roupas e participam do desfile final em grande evento. 

Na segunda, dia 09, os três melhores colocados foram premiados. O objetivo da competição é premiar as melhores propostas de vestimenta acessível para facilitar o dia a dia das pessoas com deficiência. Em terceiro lugar, destacou-se Eduardo Inacio Alves, de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Em segundo lugar ficou Bruna de Souza Oewel, de São Paulo e o grande vencedor do concurso de 2015 foi Eligolande, participante de Pelotas, Rio Grande do Sul.

IV ENCONTRO DE GESTORES DE COMUNICAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO
Na esteira da globalização, as pessoas com deficiência ganham espaço e protagonismo e já não são mais “portadoras de necessidades especiais”, nem “deficientes”, nem “PNE”, sigla utilizada para portador de necessidades especiais. O mundo mudou e o Estado de São Paulo segue na trilha da Comunicação Inclusiva, inserindo em seus textos, discursos e materiais de divulgação, digitais e impressos, a terminologia correta baseada nos direitos dos cidadãos com deficiência. 

O Encontro Estadual de Gestores de Comunicação do Estado de São Paulo acontece desde 2012 para apresentar aos profissionais, estudantes e gestores que atuam com atendimento ao público, informações atualizadas sobre os conceitos e terminologia correta para atendimento e formas de relacionamento, profissional e pessoal, entre pessoas com e sem deficiência. Neste ano, a Lak lobato, publicitária que foi surda por 20 anos, apresentou seu depoimento sobre sua relação de comunicação com o mundo. Denilson Nalin, diretor da revista D+, falou sobre abordagem inclusiva e Ellen Nogueira, produtora do Jornal Nacional, da TV Globo, revelou como se dá a elaboração de pautas inclusivas pelo telejornal. 

I BALANÇO GERAL DO PROGRAMA ESTADUAL DE ATENDIMENTO À PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL
O Balanço do Programa Estadual de Atendimento à Pessoa com Deficiência intelectual – SÃO PAULO PELA IGUALDADE DE DIREITOS reuniu representantes das Secretarias estaduais envolvidas no Decreto para que apresentassem as ações voltadas à inclusão social de pessoas com deficiência intelectual no Estado de São Paulo. 

Foi apresentado também o resultado da Consulta Pública, aberta em setembro deste ano, e que levantou dados sobre a atual realidade das pessoas com deficiência intelectual, sobretudo na área da Educação, um ponto determinante para a inclusão dessas pessoas na sociedade.

 

Matéria cedida pela Secretaria do Estado da Pessoa com Deficiência: www.pessoacomdeficiencia.sp.gov.br

 

 

SÃO PAULO (011) 3062.3370 BRASÍLIA (061) 2030.6583

Una Marketing de Eventos 2013-2017 © Copyright - Todos os direitos reservados